Sempre existirão pessoas dizendo aonde você precisa ir, quando precisa ir embora, o que você precisa saber, ou deveria saber e até mesmo quem você precisa ser.

O mundo está desfalecido, pessoas buscando seus próprios interesses. O MEU reino e MINHA justiça são mais importante que o próximo. Quem é você? Há muito mais do que conversas vazias cheias de palavras vazias em você, em mim, em nós?

Pessoas pedem tempo, mais uma chance, quem sabe uma segunda chance para ver. Estão pedindo tudo de mim, de você, de nós… Apenas uma chance de estar perto de mim, de você, de nós. E sabe, tudo dentro de mim parece com tudo o que odeio, com você não é assim? Em quem está sua esperança para mudar?

Sinto-me no limite de mim, de tudo que eu nunca estive antes. Qual seu limite? Quem é você? Essa é a sua vida? Este é quem você quer ser?

O que é a vida pra você? A vida não é o que eu pensei que era a 1 segundo, 1 minuto, 1 hora, 1 mês, 1 ano atrás. Eu não sou quem eu pensei que eu era a 1 segundo, 1 minuto, 1 hora, 1 mês, 1 anos atrás. Você permite-se mudar? Permite-se dizer que estava errado? Este é você “cheio de verdades e sem erros?”.

Este é o jeito que estou aprendendo a respirar, ou até mesmo aprendendo a engatinhar. Estou vivendo novamente, animado e vivo. Estou morrendo para respirar nesses céus abundantes. Eu tenho agüentado com tanta dificuldade, eu estou lutando por quem eu quero ser. Indigno, salvo e vivendo pela graça.

Mas nem sempre foi assim, por algum tempo vivi com a “vontade solta”, onde fiz nascer à escravidão dentro de mim, meu mundo girou atrás das grades. Vivi como os cães que não ligam para o que é sagrado, a arrogância me dominara. O desespero não me faz acrescentar um dia, sempre perdi quando tentei salvar minha própria vida, fiz tudo pra roubar o “lugar” de Deus. Inventei vários deuses pra servirem o meu “próprio eu”.

O que na verdade somos? O que você vê quando se vê? Quem é você? O que realmente somos? Essa é a sua vida? Este é quem você quer ser?

Abraços.

Fayson Merege

@FaysonMerege / @TpeloEvangelho

Categorias: Reflexões, Testemunhos

Comente pelo Facebook »