Quanto mais eu navego pela internet e pelas redes sociais, mais eu me pergunto: será que a imbecilidade do ser humano não tem limites?! Talvez seja impressão minha, mas comecei a perceber que de uns tempos para cá está havendo uma glamorização do que é tosco, idiota e ridículo. Não estou dizendo que a internet seja a única responsável por essa glamorização, pois mesmo antes da web a TV já cumpria […]