Às vezes me achei bom demais para sociedade e quis fugir, isolar-me, mas daí percebi que sou tão vil quanto julgava ser o resto dela. Ao querer libertar-me das amarras da sociedade, mal percebi que estava me amarrando à minha própria concepção de liberdade, que em termos, não é senão a alienação da vida em comunidade. Creio que ser livre da sociedade é ser escravo da fé na autossuficiência. A […]