A Porta Eu sou feita de madeira Madeira, matéria morta Mas não há coisa no mundo Mais viva do que uma porta. Eu abro devagarinho Pra passar o menininho Eu abro bem com cuidado Pra passar o namorado Eu abro bem prazenteira Pra passar a cozinheira Eu abro de sopetão Pra passar o capitão. Só não abro pra essa gente Que diz (a mim bem me importa . . .) […]

Salvador, por favor, pegue minha mão e ajude-me a levantar. Eu tenho caído tão profundamente em crises e alusões da minha mente que desapareço tão rápido. Nessa vida que começa e acaba num piscar de olhos, eu faço o melhor que posso, mas não sei quanto tempo vou durar. Eu tento ser tão firme, mas eu simplesmente não sou forte o suficiente. Eu sei que não posso fazer isso sozinho, […]

Me preocupei. Comecei a perguntar, indagar, questionar, duvidar e contrapor. Na Bíblia eu me baseava, mas não a usava corretamente. Algo nasceu em meu coração: deixei de ser aquele jovem que sentava e escutava a Palavra, mas agora estudava, pregava, escrevia e necessitava saber mais ainda sobre aquela antiga certeza que antes me bastava. Comecei a ser movido pelas perguntas e não mais pelas respostas. A preocupação não era sobre […]

Oi! Provavelmente você nunca leu um texto meu. Eu sou a Maitê, muito prazer! Digamos que eu sou uma editora convidada aqui pro MassaCrente e, sim, sou a única mulher aqui (abraços pro público feminino do blog, haha). Hoje estou “estreiando” um texto meu aqui e espero que eu e você possamos dialogar super bem a respeito de vários assuntos que irão surgir! “Let’s start it”! A “Nova Era” diz […]

Olá, queridões e queridonas! Em meios aos percalços do cotidiano que afligem qualquer mortal, seja ele crente ou ateu, resolvi escrever sobre o silêncio. Pode parecer contradição, mas o que me levou a escrever sobre o assunto foi o excesso de barulho. De vez em quando tenho comentado com pessoas mais próximas sobre o drama que tenho passado com uns certos vizinhos meus – uns daqueles, diga-se de passagem, poucos […]

Olá! É, queridos leitores…foi-se a época em que pega-pega era só uma brincadeira dos meus tempos de piá. Tempos em que eu, de perninha fina, corpinho magricelo, calças curtas e pezinhos descalços corria alegre e serelepe pelos campos da fazenda onde morava no interior do Paraná. Despreocupado da vida, não raras vezes pisava nas obras que as vaquinhas deixavam pelo caminho. hahah. Mas isso não vem ao caso. Vamos ao […]

Conheça John Blanchard

Gustavo (@gustavowoerner) , Eduardo (@edukokinho) , Murilo (@murilopruner) e nosso convidado recorrente Guilherme Adriano, comem cookies e tomam um cafezinho enquanto falam sobre servir, quem serve, serve. Quem não serve… Ouçam, divulguem e comentem 🙂