Na seção “A Vida Científica” de um grande jornal, lemos a seguinte declaração:

“A ciência permanece impotente diante de um mistério que persegue o homem desde os tempos mais remotos. De onde vem a vida? É um processo químico evolutivo natural, no qual os ‘fragmentos’ de visa se juntaram pouco a pouco, ou provém de uma intervenção divina? Ninguém até agora pôde dar uma resposta científica!”

 

Tal afirmação é frustrante, pelo menos pra mim. A ciência explora o espaço e o infinito, fazendo maravilhosas descoberta em todas as esferas de sua competência. Levou o homem à Lua e explora as fronteiras do nosso sistema solar; decifra a luz que nos chega de galáxias distantes, milhões de anos luz; pode modificar o código genético das células; abre os nossos olhos para desvendar mundos de espantosa complexidade e beleza. Contudo, nos deixa sem resposta frente às mais simples e lógicas indagações de todo o ser humano: Por que estou na Terra? Qual a verdadeira origem de tudo o que existe?

Se a ciência explora o cosmos, a Bíblia nos revela o Criador. Se a ciência explora o ser humano, a Bíblia nos mostra o seu Designer. Também nos revela a nossa origem e o nosso destino. Ao lê-la, descobrimos o magnífico plano de Deus, que ama tanto cada uma de Suas criaturas a ponto de ter entregue o Seu Filho para salvá-las da desgraça eterna.

“Senhor DEUS! já começaste a mostrar ao teu servo a tua grandeza e a tua forte mão; pois, que Deus há nos céus e na terra, que possa fazer segundo as tuas obras, e segundo os teus grandes feitos?” Deuteronômio 3:24

Fiquem na Paz! @GustavoWoerner

Categorias: Reflexões

Comente pelo Facebook »