Lucas 18:18/30

Quem era este “homem rico”? Provavelmente alguém da alta classe da época. E por ser alguém da alta classe, nota-se a arrogância dele ao chegar a Jesus e dizer: “Bom Mestre”. No judaísmo da época, isso era incomum, era mera “bajulação”.

O jovem rico achou que por suas boas obras ou com o que tinha feito de bom ao seguir os mandamentos, ganharia a vida eterna. E isso é um grande erro, também para nós ao pensarmos isso.

“Não devemos achar que nossas boas obras garantem a salvação”

Vejamos:

“Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus, não por obras pra que ninguém se glorie” – Efésios 2:8-9

 

“Não por causa de atos de justiça por nós praticados, mas devido à sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós generosamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador” – Tito 3:5/6

 

No versículo 19, Jesus “começa” a desafiar o Jovem rico (v.23). Pois é preciso entender que “Bondade é um atributo só de Deus”.

Ao se referir dizendo “vende tudo”, Jesus quer nos perguntar:

“Onde está o nosso tesouro?” “Nos bens materiais ou n’ELE”? “Pra que serve nossos bens materiais?” Com isso aprendemos com Jesus que se o nosso coração está nos tesouros, ainda não entendemos os mandamentos dele.

Vejamos:

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração” – Mateus 6:19/21

Todas as coisas materiais estão sujeitas a decadência ou à perda. O que Jesus diz sobre a “ferrugem” não é somente a uma“corrosão”, mas também ao mofo ou bolor que faz apodrecer as coisas.

Nos versos 23 ao 25, Jesus nos mostra que o rico (EU diria 90% ou mais) confia em si, em suas coisas. Quando se tem “tudo” é difícil confiar e depender de Deus. E o que Jesus nos ensina é totalmente ao contrário, que dependamos d’Ele.

“Se até mesmo a vida ele nos deus, não nos daria a provisão, o necessário e o básico pra viver?”

Vejamos o que Salomão e Paulo dizem sobre o básico e o necessário.

“Mantém longe de mim a falsidade a mentira; Não me dês nem pobreza nem riqueza; dá-me apenas o alimento necessário. Se não, tendo demais, eu te negaria e te deixaria e diria: “Quem é o Senhor”?” Se eu ficasse pobre, poderia vir a roubar, desonrando assim o nome do meu Deus – Provérbios 30:8/9

“Por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos” – 1ª Timóteo 6:8/10

“Se os nossos olhos estão firmados em coisas terrenas, perdemo-nos na fé”.

 

Os versos 26 e 27, Jesus nos ensina que Salvação é para TODOS.

Pra fechar, os versos 28 ao 30, Jesus nos ensina que “A graça de Deus é muito mais que qualquer coisa que nós podemos deixar por causa d’Ele”. Não podemos utilizar de sacrifícios como um meio de alcançar uma recompensa melhor.

E só pra que entendamos o que é ter o básico, é que Jesus nos ensinou em sua oração: “O pão nosso de cada dia, nos dai hoje”. Ele não nos ensinou: “O carro, a casa, o DINHEIRO nosso de cada dia, nos dai hoje”.

O Pão significa tudo aquilo de que temos fome, de que nos alimentamos, de onde e de que podemos viver. O pão nos conforta no dia-a-dia. Ele vem a ser o pão que nos alimenta precisamente quando está pregado na cruz. Jesus diz que quem vem a ele e o segue, jamais terá fome. Assim, o pão na eucaristia passa a ser o sinal do amor que na cruz ele nos dirigiu até o fim.

Por isso Ele nos ensina: “O pão nosso de cada nos dai hoje”. Precisamos somente d’ELE, e nada mais.

Por: @FaysonMerege

Categorias: Reflexões

Comente pelo Facebook »