“Quando eu canto louvores me sinto mais leve, meu corpo parece estar flutuando e minha mente se livra dos problemas!”, foi uma das declarações que eu já ouvi sobre o Louvor. Ta errado? Ta certo? Não sei! Louvor é algo muito particular, assim como a oração. Tem gente que louva “melhor” quando está sentado; outros preferem dançar; outros preferem gritar aleluias no meio da canção enquanto sobre som e todo mundo chora.

Eu creio que Deus não desaprova nada disso! Se for do Espírito, qual é o problema? Agora, se for do ser humano louvar a não sei quem pra engrandecer o seu próprio nome, aí temos um problema sério: pessoas seguindo “cantores gospel”; fã clubes adorando-os; choradeira; imitações baratas do Leão de Judá; e outras cousas que NÃO provem do Espírito.

Tempo atrás me mandaram um vídeo, compartilho com vocês!

Louvor: Você está fazendo isso errado!

Logicamente isso foi uma brincadeira, mas nós todos sabemos que tal tipo de louvor acontece. Louvor para homens! Louvores que engrandecem nosso ego. Músicas que edificam a casa dos artistas que as compõem e acabam com a certeza da salvação do cristão!

Três dicas:

Antes de cantar algo, reveja a letra da música;

Não cante só com emoção, a fé também se justifica pela razão;

E por último: não se aplaude artistas cristãos!

Fiquem na Paz!                                    Gustavo Woerner

Ps.: Sobre o Festival Promessas da Rede Globo só digo uma coisa: a Palavra está sendo pregada lá, mas infelizmente o dinheiro está falando mais alto!

Categorias: Reflexões

Comente pelo Facebook »