Em todo o meu tempo de igreja, já vi, ouvi e vivi muita coisa. Porém, nunca vi em igrejas algum tipo de informativo relacionado ao incentivo ao estudo acadêmico para a formação profissional, nem um cartaz de vestibular ou um sermão sobre a importância de tal assunto. Alguns podem até pensar que a igreja não é um lugar onde este tipo de informação deve ser divulgado. Entretanto, o Evangelho é para o ser humano com um todo não somente para sua alma.

O Evangelho de Cristo nos direciona a servir ao próximo, com o fim de oferecer os melhores serviços possíveis, ou melhor dizendo, servindo com excelência. Para ser possível trilhar na direção do Evangelho deve-se, pois, qualificar-se, para lapidar toda a habilidade do indivíduo. Estudar é o caminho mais curto para isso.

A nós, seres humanos, foram concedidos dons, dos quais devemos usar para sinalizar o Reino. A maneira de desenvolver estes dons é por meio do estudo. Por mais que a habilidade natural que a pessoa tenha para uma determinada tarefa, o mesmo sempre poderá aperfeiçoá-la mediante ao estudo.

Existem muitas pessoas com habilidades relacionadas às ciências biológicas, exatas e humanas dentre outras. O desenvolvimento destes dons tem uma grande importância, pois infelizmente vivemos em uma geração de maus profissionais. Não existe mão de obra qualificada em nosso país para a execução dos serviços necessários para a população.

O Reino será mais bem sinalizado e demonstrado aqui na terra quando houver condições de vida dignas, proporcionadas por tais profissionais qualificados. Portanto, não podemos conviver com técnicos em enfermagem aplicando leite em veias de crianças, prédios mal dimensionados causando o risco de desabarem, além de vias projetadas de maneira incorreta tornando o trânsito mais caótico. Estes são alguns dos exemplos de que a falta de estudo e preparo pode causar transtorno à população.

Nós, cristãos, não podemos fazer vista grossa a qualidade dos serviços prestados e produtos vendidos à sociedade. Pensar que apenas orar sem tomar a atitude de mudança vai mudar a condição do país é o mesmo que plantar a semente e não regá-la. Enfim, temos que ter essa consciência de que transformamos a realidade ao nosso redor e demonstramos o Evangelho também através do nosso trabalho, preparo e profissionalismo.

Abraço e fiquem na Paz! Ramon Gomes

Categorias: Reflexões

Comente pelo Facebook »