Neste episódio os bocas sujas Edu Kokinho e Murilo esbravejam suas opiniões sobre os palavrões no meio evangélico. Afinal de contas, é bacana falar palavrão? Até que ponto os crentes em Jesus podem se apropriar da linguagem chula para parecer cool e se fazer ouvir pelo mundão? Jesus falou palavrão? Descubra isso e muito mais nesta %$#&* de programa.

Textos bíblicos sobre o assunto »

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe , e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem” (Efésios 4:29).
“Mas a impudicícia e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos; nem conversação torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças. Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou avarento, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus. Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais participantes com eles” (Efésios 5:3-7).
“Raça de víboras, como podeis falar coisas boas, sendo maus? Porque a boca fala do que está cheio o coração. O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más. Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no Dia do Juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado” (Mateus 12:34-37).
“Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar” (Colossenses 3:8).
» Assine o Feed do Podcast
» Siga o @MassaCrente no Twitter
» Curta nossa página no Facebook.
» Mande seu comentário para contato@massacrente.com.br
Categorias: MassaCurta, Podcast

Comente pelo Facebook »