Notícias como “Cantor gospel desiste de show por não ter recebido cachê e é apedrejado por multidão” ou como “Latino quer gravar CD de música gospel sem se tornar evangélico”, não me assustam mais. O dinheiro tomou conta de algo que nós explicamos como sucesso gospel. Outro exemplo sensacional dos ‘artistas cristãos‘ está em alto mar, é o esplendoroso “Cruzeiro com Diante do Trono 2010” (ta velha a notícia, mas aconteceu).

Vamos por os pingos nos is: o artista (cantor, músico, escritor, dançarino, pintor, escultor e afins) tem um trabalho, que é de certa forma, entreter o público (como a expressão corporal dos dançarinos) ou levá-los a um entendimento através do seu meio específico (louvor através das músicas, reflexão através dos poemas, etc..). Resumindo, é um emprego.

A diferença vem no ponto em que esse trabalho tem um ‘plus a mais’ (redundância), que é a fama, o glamour, o sucesso e o reconhecimento. Quem não gosta de ser destaque quando algo é bom? Quem não gostar de ser visto e ouvir a plateia gritando o seu nome ou rasgando seda por suas obras? O artista tem esse destaque, e é claro que o ser humano ama isso, mas no mundo cristão, ter essas atitudes ou fazer algo semelhante é desagradar a Deus!

O artista que se diz realmente cristão, NÃO DEVE ser o centro de sua obra, NÃO DEVE engrandecer o seu nome ou simplesmente querer usar da fé alheia como degrau para o sucesso e a obtenção de bens. A tentação na escada do sucesso é alta, e muitos caem do alto.

Outro ponto de vista interessante é a generalização, onde se diz que todo o artista gospel busca a fama. Discordo do dono da Rede Record (e me recuso a denominá-lo como bispo) Edir Macedo, onde fala que “99% dos cantores gospel são ‘endemoniados’”. Muitos podem ter problemas de egocentrismo, ou que estão por aí só pra ganhar dinheiro porque rende mais o mercado gospel, mas muitos também estão adorando de coração, com vontade de levar multidões para a presença de Deus. Os artistas que vão para o ‘lado negro da força’ acabam se tornando aquilo que condenam. Artista cristão tem que ser de Cristo, fazer o seu trabalho para Cristo e por Ele será recompensado. Quem faz isso sem a presença do Pai, só lamento, mas o inferno é a porta de entrada!

“Esses homens todos são estúpidos e ignorantes; cada ourives é envergonhado pela imagem que esculpiu. Suas imagens esculpidas são uma fraude, elas não têm fôlego de vida” – Jeremias 10 : 14

 

Fiquem na Paz!!                                                         @GustavoWoerner

Categorias: Reflexões

Comente pelo Facebook »