Buenas pessoal! Conversando nesse fim de semana com o missionário aqui da igreja e um colega meu, acabou sendo levantada uma questão que me fez pensar! Como podemos pecar? Dois caminhos surgiram:

1°. Através das provas de Deus. (Entre fatalidades, dificuldades financeiras, etc..)

2°. Através da Tentação. (Que está dividida entre ações da carne e ações do diabo [que no fim é a mesma coisa])

Então vamos lá, tomei esse versículo como base:

Tiago 1:12-15 – Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam. Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.

“Fácil pra Bíblia falar, Cristo nunca foi tentado!” Será? – Tentação de Jesus –  Lucas 4:1-13: os objetivos do diabo era: saciar a necessidade física (pedra virar pão ou a palavra de Deus sacia); e a autoridade e poder (prostituir-se para alcançar o alvo); tentar a Deus.

Tudo isso mostra que Deus envia-nos as provações, mas não nos da carga mais pesada do que nós podemos suportar. Quando o assunto é a tentação, nós mesmo caímos no buraco que cavamos, e ainda ficamos bravos como Deus permitiu que isso acontecesse.

Deixo aqui alguns tópicos de como evitar as tentações:

Vigilância nos pensamentos:

• Seja criterioso com o que entra na tua alma e com o que permanece; imagens, leituras, filmes, Internet, TV, amizades, conversas, murmuração, falar mal de alguém, etc…

Sonde os desejos da tua alma:

• Cuidado com a agenda secreta, aquela que está na tua alma e você não revela para ninguém, mas que funciona como motivação nas tuas atitudes.

Atitude com relação ao pecado:

• Vigie se você não está sendo “amigo do pecado”; se não há uma provisão “eventual” para pecar; “afinal eu sou humano”.

Faça uma lista das áreas de fraqueza na tua vida:

• Seja honesto, não tente enganar a si mesmo; renuncie a cada uma após uma confissão sincera de pecados.

Adote uma disciplina para controlar a tua carne:

• Horário para orar, jejum, devocional, etc.

Eleja alguém para ter “accountability” sobre a tua vida:

• Alguém para você prestar conta, o qual você dará explicitamente a liberdade de fazer perguntas delicadas e de te confrontar.

Vigie os teus olhos:

• Cuidado  com o que você pões diante de ti para deleite

Não demore a confessar pecado:

• Busque ajuda quando a coisa está difícil; não tente vencer sozinho, pois o Diabo quer te isolar para te destruir; não tenha vergonha de contar as tuas fraquezas, vença o orgulho; cuidado com o “encantamento” ou “letargia maligna”.

Conclusão: A melhor fórmula é estar intimamente ligado no Senhor Jesus; descubra o quão maravilhoso Ele é; deixe-se envolver com o Senhor no fundo do teu coração; busque a Deus!

Fiquem na Paz!                            @GustavoWoerner

Categorias: Reflexões

Comente pelo Facebook »